quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Vamos trabalhar, gente!!!!


Caramba! Sei que nao é novidade, mas digo a vocês, o tempo nao passa, ele voa! Tanta coisa aconteceu nesse tempo que nao escrevi aqui!

Após meu último post, viajei para l'Île-du-Prince Édouard, uma província do Atlântico, para aperfeiçoar meu inglês através do Programa Explore, um programa do governo canadense para quem estudou full-time no Canada ao menos uma sessao. O programa é espetacular, a imersao é completa! E a escolha do local, uma cidade pequena em uma ilha foi ainda melhor! Graças à meus amigos Carol e Marcelo, que me deram a dica e que valeu muito! A vivência em um ambiente totalmente anglofônico, compartilhar bons momentos com os estudantes de 19 a 38 anos na Universidade de Prince Edward Island, com a excelente equipe de professores e coordenadores de atividades e com os habitantes da cidade, tudo isso constitui mais uma pérola de maravilhosos momentos que eu guardo em meu coraçao. Recomendo o programa e ainda mais neste pequeno paraíso que é esta ilha.

Tive até a oportunidade de trabalhar como voluntário em um Festival de Música local, onde pude apreciar uma boa música e ainda obter experiencia trabalhando com as pessoas da ilha.

Quando voltei foi até meio estranho falar francês novamente. Mas uma coisa que eu percebi foi que eu estava mais à vontade para trocar do ingles para o frances, e isso me deixou mais confiante.

Comecei a trabalhar forte com a procura de emprego, porém o mês de julho e agosto a maioria das empresas dá férias para que todos possam apreciar o verao, entao o RH das empresas fica meio que em stand-by hahahahaha

Mesmo assim consegui algumas entrevistas em outras áreas (teste de vídeo games, help desk, etc). No final de julho, cheguei a trabalhar como repositor no setor de frutas e legumes de um supermercado (durante 6 dias hahahaha), mas logo no primeiro dia de trabalho fui chamado para participar de um estágio de 1 mês pelo programa Interconnexion da Câmara de comércio de Montréal, um programa que ajuda os imigrantes que estao até 5 anos aqui no Québec a encontrar a primeira experiência de trabalho.

O estágio foi durante todo o mês de agosto na Câmara de comércio Québec-Florida, e eu pude aprender bastante como trabalhar neste mundo québécois. Consegui ver meus pontos fracos para melhorar e também consegui mostrar meus pontos fortes para a equipe. Trabalhei no desenvolvimento de um programa de fidelisaçao, e, mesmo se o estágio acabou, poderei ir ao cocktail de lançamento do produto para as empresas (fazer meu network) e trabalhar como voluntário no Salao de lançamento do produto para o grande público.

Ao mesmo tempo, uma das empresas que fiz entrevistas fora da minha área chamou para trabalhar com eles. Será como Help Desk em uma empresa dos EUA e o horário é meio incoveniente, mas eles pagam bem e vai me dar tranquilidade enquanto eu nao consigo um emprego na minha área.

Recebi também uma carta da HEC convidando para a cerimônia de entrega de diplomas (meu primeiro diploma estrangeiro hehehehee), uma das muitas conquistas que farao parte da minha vida aqui no Canadá.

Quem venham mais e mais conquistas, experiências e espetaculares vivências! Como diz o sábio Buzz Lightyear, "para o infinito, e além"!

4 comentários:

  1. Você merece o melhor e sempre esforça-se para conquista-lo. Te adoro, amigão!

    ResponderExcluir
  2. Olá Luciano
    Acompanho seu blog a pouco tempo e me identifiquei muito com suas postagens.
    Sou uma futura imigrante, chego em Montréal em dezembro se Deus quiser e como vc, estou indo sozinha.
    A maioria dos blogs que leio sobrae imigração, são de famílias ou casais. Fiquei feliz de encontrar seu blog e ver como vc está conseguindo se virar por aí sozinho.
    Isso me incentiva bastante!!
    Que bom que vc voltou a escrever, por favor continua, suas dicas ajudam muito.
    Boa sorte em sua jornada e espero um dia poder nos encontrar por aí pra vc me dar umas dicas.
    Á biêntot Rafaela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Rafaela! Se precisar de alguma coisa que eu possa ajudar, é só falar!

      Excluir